Ofício da Imaculada Conceição e Nossa Senhora Aparecida

Na manhã desde domingo, dia 4 de setembro, continuando a alegria de receber a mãe Aparecida, os grupos da Legião de Maria e Mãe Peregrina, se reuniam na igreja matriz para rezar o Oficio da Imaculada Conceição.

O Ofício da Imaculada Conceição foi escrito em latim, na Itália do século XV, pelo franciscano Bernardino de Bustis, com o intenção de proteger a doutrina da Imaculada Conceição dos inúmeros ataques dos hereges. A pedido dos fiéis devotos da Virgem Maria, o Ofício da Imaculada Conceição foi aprovado pelo Papa Inocêncio XI, no ano de 1678. Dois séculos depois, em 31 de março de 1876, o Ofício foi enriquecido pelo Beato Papa Pio IX com 300 dias de indulgência cada vez que for recitado. Na reforma do Concílio Vaticano II, o Papa Paulo VI modificou a doutrina das indulgências e concedeu indulgência plenária às pessoas que rezarem com fé o Ofício da Imaculada Conceição.

As indulgências concedidas pela Santa Igreja às pessoas que rezam o Ofício da Imaculada atestam o grande valor dessa oração. Na certeza da eficácia e da grandeza desta oração, rezemos (ou cantemos) com fé e devoção o Ofício da Imaculada Conceição. Se possível, rezemos todos os dias, ou pelo menos uma vez por semana, de preferência aos sábados. Peçamos a Virgem Mãe de Deus especialmente pelos pobres, pelos pecadores, pelas almas do purgatório, pelas nossas intenções particulares e ofereçamos os valores desta oração ao Imaculado Coração de Maria.

Por: PASCOM
Fonte: Canção Nova